Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

BRACELETES EMOÇÕES

R$18,00

Além de ser um instrumento terapêutico potente, o bracelete é lindo, discreto e divertido. Ajuda a compor um look moderno e antenado, ao mesmo tempo em que fornece dicas visuais que ajudam as crianças e adolescentes a identificarem o que sentem (emoções e sensações próprias e de outros), bem como desconfortos físicos ou não.

Possui 6 emojis ou carinhas impressas, sendo que cada uma representa uma emoção ou um estado físico.

emojs

Material: 100% silicone
Cores:azul e rosa
Uso: fidget e educação emocional

Limpar
REF: BR1 Categorias ,

Descrição

 

A identificação de sensações, emoções e estados físicos é fundamental para que uma pessoa consiga se regular, se relacionar de forma satisfatória e produzir respostas positivas e adaptativas aos desafios que surgem na vida.

Não há qualquer contraindicação ao seu uso intensivo. O aumento da autoconfiança e autoconhecimento são os únicos efeitos colaterais.

Os braceletes são feitos na medida para acomodar confortavelmente o pulso infantil e adolescente, podendo, inclusive, servir para adultos caso o pulso seja fino. São feitos 100% de silicone atóxico e não contêm chumbo ou BPA. São super flexíveis e macios, possibilitando que sejam usados o dia inteiro, na escola, no parque, na aula de natação, judô ou balé, no banho e até para dormir.

Os braceletes produzidos pela TeraPlay não foram feitos com o intuito de serem mordedores.Conheça os produtos que podem ser mordidos aqui: Mordedores Chewigem e Mordedores Topper.

 

Informação adicional

COR

azul, rosa

Os braceletes servem como mordedores?

Os braceletes produzidos pela TeraPlay não foram feitos com o intuito de serem mordedores. Embora não ofereçam nenhum risco caso sejam levados à boca, não são tão resistentes como os mordedores Chewigem, podendo estragar facilmente ou apresentar marcas de desgaste precoce caso sejam mordidos. Conheça os produtos que podem ser mordidos aqui. (colocar o link para os mordedores Chewigem).

Qual é a medida dos braceletes?

Os braceletes medem 18cm e acomodam facilmente o pulso de crianças e adolescentes, podendo inclusive caber em adultos se possuírem pulso fino.
A escolha por uma medida que não fosse muito larga foi proposital. Não gostaríamos de oferecer um bracelete que ficasse caindo de pequenos pulsos, o que causaria mais desconfortos e preocupações.
Caso a criança ou adolescente se incomode na hora de colocar o bracelete, basta que você o estique com as suas mãos, alargando-o. Assim, a mão da criança ou adolescente passará com facilidade pelo bracelete enquanto você o mantém esticado.
Não se preocupe, pois o produto é elástico e resistente o suficiente para não se danificar com essa manobra.

Os braceletes são só para meninas?

Não! Nossos braceletes são unissex! Podem ser usados de forma indiferente, por meninos e meninas, homens e mulheres. Um verdadeiro instrumento terapêutico disfarçado de acessório moderno e descolado.

Porque escolhemos essas carinhas/emojis?

Tentamos representar no bracelete as emoções básicas, ou seja, aquelas que são facilmente reconhecidas independentemente da cultura ou da língua das pessoas que se comunicam. São elas: alegria, tristeza, medo e raiva.

Embora não haja um consenso no meio científico quanto ao número de emoções básicas, essas estão sempre presentes.

Incluímos também dois estados físicos: o cansaço e a tranquilidade. Embora estes possam ser sentidos e produzam repercussões corpóreas e mentais, não se caracterizam como emoção. Achamos, entretanto, importante representa-los uma vez que quando estamos cansados é muito mais difícil lidar com emoções. Por outro lado, a tranquilidade representa uma serenidade que ajuda a digerir melhor os desafios.

Como utilizar o bracelete EMOÇÕES?

Este bracelete tem algumas emoções e estados físicos impressos. A ideia é que criança aponte para eles dependendo da situação que estiver vivenciando ou que sejam um lembrete constante para o auto monitoramento. Pode servir também de ferramenta de comunicação bem como para aumentar a percepção sobre o outro.

Para tornar o processo mais automático, os cuidadores (pais, psicólogos, acompanhantes terapêuticos, terapeutas etc) devem nomear e trabalhar as emoções de forma que as crianças e adolescentes se familiarizem com elas. Como qualquer outro hábito, o hábito de observar, reconhecer, aceitar e gerir as emoções precisa de esforço e reforço para serem implantado.

Aproveite as situações do dia a dia para mostrar para a criança ou adolescente como ela(e) e/ou outras pessoas se sentiram em uma dada situação. Quando a criança ou adolescente chora, aparentemente sem motivo ou sem que consiga nomear o que está sentindo, utilize a pulseira para tornar a emoção e suas sensações mais concretas.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “BRACELETES EMOÇÕES”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

To Top