2 de Abril: Dia Mundial de Conscientização do Autismo

Hoje, dia 02 de abril, é o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Esse dia foi criado com o objetivo de chamar a atenção para essa característica humana que muitas vezes é desconhecida ou mal interpretada.

Muitas pessoas, por exemplo, não sabem que autismo não é doença e sim uma variação natural dos seres humanos. Outras tantas ainda imaginam que todo autista tem alguma super habilidade, não fazem contato visual, gostam de se isolar e passam o dia se balançando para frente e para trás.

Todos esses fatos são meros mitos que ajudam apenas a disseminar a desinformação e não colaboram em nada para o aumento do respeito e da aceitação das pessoas que se encontram no dentro do espectro autista e suas famílias

Provavelmente você conhece muitos autistas e nem saiba. Talvez muitos desses autistas que você conhece nunca receberam diagnóstico e vivem uma vida inteira achando que são imperfeitos e que não tem capacidade de se ajustar à sociedade….

Então, da próxima vez que você ouvir alguém repetir algo incorreto, seja um agente de transformação para a construção de um mundo melhor e informe. A informação correta é o melhor caminho para a eliminação de preconceitos.

  1. Todo autista vive num mundo à parte – MENTIRA: Os autistas vivem no mesmo mundo dos neurotípicos, mas muitos têm dificuldades em se comportar como um neurotípico ou se sentem sobrecarregados com a quantidade de estímulos do ambiente. Muitos querem fazer parte do grupo, ter amigos e namorar, mas encontram dificuldades no relacionamento interpessoal. O funcionamento cerebral de uma pessoa no espectro autista é diferente, mas não é pior. É como Apple e Samsung, dois ótimos sistemas com diferenças na operação.
  2. Crianças autistas viram adolescentes autistas, adultos autistas e idosos autistas – VERDADE: Uma criança no espectro autista não deixa de ser autista quando cresce. Ela pode aprender a lidar com muitas de suas dificuldades, mas outras tantas podem persistir ou surgir na medida que as demandas sociais e pessoais mudam.
  3. Autistas não falam – MENTIRA: Muitos autistas realmente nunca conseguirão desenvolver a fala, mas isso não significa que eles não consigam ou não queiram se comunicar. Existem várias formas de comunicação alternativa que podem ajudar nesses casos. A tecnologia tem permitido que vários autistas não falantes se expressem de forma muitas vezes profunda e surpreendente. Uma dessas pessoas, inclusive, tem um “Talkshow” chamado Speechless. O título significa “sem palavras” é perfeito não só porque Carly, a apresentadora, consegue fazer a apresentação mesmo sendo não falante através de um programa que lê que o que ela escreve, mas também porque nos deixa de boca aberta e sem palavras ao ver como ela é desenvolta e engraçada.
  4. Autismo é doença – MENTIRA: o autismo nada mais é do que uma diferença no desenvolvimento neurológico da pessoa. Muitas pessoas no espectro autista apresentam comorbidades, que são condições associadas ao autismo que podem dificultar a vida como hipotonia, epilepsia, transtorno do processamento sensorial (TPS), hiperacusia, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), transtorno bipolar e transtorno opositivo desafiador (TOD), são só alguns exemplos.
  5. Todo autista é diferente – VERDADE: Autistas são tão sujeitos às variações de jeito, caráter e personalidade como qualquer outra pessoa. Cada autista tem características únicas e próprias, como todo mundo.

Eu poderia continuar essa lista por muito tempo, mas não quero ser cansativa. Meu objetivo é apenas espalhar a consciência sobre as diferenças e a importância da aceitação.

 

No Comments

Enroll Your Words

To Top